Biden busca reconquistar a liderança climática para os EUA com um ambicioso plano de redução de emissões

O presidente dos Estados Unidos anunciará nesta quinta-feira em uma cúpula virtual a redução dos gases de efeito estufa até 2030

Joe Biden, presidente dos EUA, durante uma coletiva de imprensa. ALEX WONG / AFP

Joe Biden, presidente dos EUA, anunciará na cúpula virtual sobre aquecimento global a meta dos Estados Unidos de reduzir as emissões de gases de efeito estufa até 2030.

Cientistas e ativistas não se contentarão com um número inferior a 50% em relação aos níveis de 2005. Segundo a mídia local, esse é o objetivo que a Casa Branca tem considerando.

Se tal corte for anunciado, isso quase dobrará o compromisso de energia anterior e exigirá mudanças agressivas nos poderosos setores de energia e transporte.

O plano deve incluir aumentos significativos nas energias renováveis, como eólica e solar, e fortes cortes nas emissões de combustíveis fósseis, como carvão e petróleo.

A meta de cortes de carbono até 2030 é um dos pilares da agenda climática de Biden. O programa eleitoral do democrata incluiu um plano de investimento de US$ 2 trilhões para ajudar os EUA a atingirem emissões zero até 2050. Também prometeu geração de eletricidade 100% livre de emissões até 2035.

Fonte: El País

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Mais lidas

Artigos Relacionados

Menu