Qual a diferença entre um programa de sustentabilidade que gera valor de negócios e outro não?

Uma nova pesquisa identifica práticas que distinguem as empresas criadoras de valor de outras

Um reconhecimento cada vez mais amplo de como as questões ambientais, como as mudanças climáticas, criam oportunidades de negócios e riscos. Os resultados de uma Pesquisa Global da McKinsey1 mostram que as empresas que geram valor a partir de seus programas de sustentabilidade seguem um conjunto distinto de práticas de gestão.

Essas empresas têm mais probabilidade do que outras de fazer da sustentabilidade uma prioridade estratégica e de estabelecer aspirações e metas específicas, além de sugerir maior probabilidade do que outras de fazer da sustentabilidade um elemento de sua cultura corporativa e treinar os funcionários sobre como integrar a sustentabilidade em seu trabalho.

Os resultados da pesquisa indicam que essas empresas estão mais aptas a envolver clientes e parceiros de negócios em suas agendas de sustentabilidade. Em comparação outras empresas, mais entrevistados de empresas criadoras de valor dizem que colaboram com clientes e fornecedores nas questões de sustentabilidade, ajustam portfólios de produtos para serem mais sustentáveis e levam em consideração fatores de sustentabilidade ao selecionar e avaliar fornecedores. Eles também são mais propensos do que outros a relatar que as questões de sustentabilidade informam como sua empresa gerencia suas instalações e suas redes de transporte.

Olhando para os próximos cinco anos, cerca de dois em cada cinco entrevistados na pesquisa dizem que esperam que suas empresas gerem valor a partir da sustentabilidade. Compreender as práticas distintas das empresas de criação de valor de hoje pode ajudar outras pessoas a encontrar uma maneira de se juntar a elas.

Fonte: McKinsey & Company

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Mais lidas

Artigos Relacionados

Menu